sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Combustíveis descem na próxima semana!!!



O mês de setembro foi bastante difícil para o bolso dos condutores portugueses, mas outubro deve começar de forma bem diferente.

Alegrem-se os portugueses com veículos próprios: os combustíveis vão descer de preço já na próxima segunda-feira. Olhando para as sessões dos mercados internacionais esta semana, parece haver margem para uma revisão em baixa no gasóleo e na gasolina na primeira semana de outubro. 

Ainda não está confirmada a revisão, mas a tendência aponta para uma descida a rondar meio cêntimo por litro no gasóleo e uma queda de 1,5 cêntimos no preço da gasolina.

Para o diesel, esta é a primeira descida em mais de um mês; no caso da gasolina, esta é a segunda queda semanal consecutiva. 

Fonte: Noticias ao Minuto

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Senhorios podem aumentar rendas em cerca de 1%!!!

Resultado de imagem para inquilinos
O Governo confirmou esta segunda-feira o valor que já tinha sido calculado pelo Instituto Nacional de Estatística.

O aumento da inflação até agosto vai dar aos donos de casas arrendadas a possibilidade de rever os preços dos alugueres em alta. 

"Torna-se público, em cumprimento do disposto no n.º 2 do artigo 24.º da Lei n.º 6/2006, de 27 de fevereiro e n.º 5 do artigo 11.º do Decreto-Lei n.º 294/2009, de 13 de outubro, que o coeficiente de actualização dos diversos tipos de arrendamento urbano e rural, para vigorar no ano civil de 2018 é de 1,0112", pode ler-se numa publicação feita hoje em Diário da República. 

Isto quer dizer que os senhorios podem decidir rever o contrato em pouco mais de 1%, tendo apenas de avisar os inquilinos 30 dias antes da data de aumento efetiva. O aumento não é obrigatório e o arrendatário pode rejeitar, tendo 30 dias para responder com uma contraproposta. 

Para ter noção dos aumentos que poderá sofrer, no caso de uma renda de 400 euros, estamos a falar de um aumento de quatro euros por mês, equivalente a 48 euros por ano; numa renda de 600 euros o aumento será de seis euros por mês e 72 euros por ano e numa renda de 800 euros, o aumento poderá chegar aos oito euros por mês e aos 96 euros por ano. 

Fonte: Noticias ao Minuto

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Segurança Social – incentivos à contratação!!!


Resultado de imagem para segurança social«No passado dia 21 de junho foi publicado o Decreto-Lei n.º 72/2017, que regula a atribuição de incentivos à contratação de jovens à procura do primeiro emprego e de desempregados de longa duração e de muito longa duração, através de uma dispensa parcial ou isenção total do pagamento de contribuições para o regime geral de segurança social (...)»

 
                                                                          Fonte: OCC

Combustíveis sobem na próxima semana!!!

Resultado de imagem para combustíveisA valorização do euro vai atenuar a subida dos combustíveis. Ainda assim, a próxima semana deverá ser marcada por um aumento do preço da gasolina e do gasóleo.
O preço do petróleo e dos seus derivados aumentaram esta semana, o que aponta para que os preços dos combustíveis nas bombas de abastecimento subam. E o aumento não será mais acentuado porque o euro valorizou frente ao dólar, reduzindo a factura para os europeus, uma vez que as matérias-primas negoceiam na moeda americana.

Assim, o preço da gasolina aumentou, no mercado internacional, quase 3% quando analisados os preços em dólares. Já no caso do gasóleo, o aumento é superior a 3%. Estas subidas foram atenuadas pelo aumento do euro. No caso da gasolina a subida ficou-se por cerca de 1,5% e no caso do gasóleo em torno dos 2%.

Estas oscilações deverão provocar uma subida de um cêntimo por litro na gasolina sem chumbo 95 octanas simples e um aumento idêntico no caso do gasóleo simples, de acordo com os cálculos do Negócios que têm por base a evolução dos contratos negociados no mercado internacional, bem como do euro. Fonte do sector confirmou ao Negócios que os preços dos combustíveis deverão registar um aumento desta ordem de grandeza.

Assim, tendo em conta os preços médios praticados na semana passada em Portugal, o litro de gasolina sem chumbo 95 octanas simples deverá subir para 1,431 euros e o gasóleo para 1,207 euros. O preço do gasóleo deverá assim superar novamente os 1,2 euros, o que já não acontece desde a primeira semana de Junho. E esta deverá ser a terceira semana consecutiva sem descida dos preços médios praticados em Portugal.

Fonte: Jornal de Negócios